terça-feira, 12 de julho de 2011

Culto Especial - Dia do Amigo


     Quero ser amigo de Deus (João 15.14-15) “Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer”.
 
    Em dias como os de hoje, bons relacionamentos têm sido de suma importância. No meio empresarial e industrial, ter bons fornecedores, boas linhas de crédito é fundamental para o crescimento das empresas. No meio social, ter boas amizades, boas influências têm sido também muito importante. Algumas pessoas até mesmo brincam dizendo que para ser admitido em uma boa empresa é preciso ter um Q.I. alto. Quociente de Inteligência? Não, “Quem Indica”. O fato é que se dá muita importância a bons relacionamentos. Infelizmente, poucas pessoas se preocupam em ter dentro das suas linhas de relacionamentos, a intenção de manter um bom relacionamento com Deus. Se preocupam com fornecedores, créditos, influências, mas deixam o melhor de todos os relacionamentos para segundo plano, isso quando o deixam. Existiu um homem que foi muito abençoado por Deus porque se tornou “Amigo de Deus”( Abraão |Gênesis 18.1-21| ). Que possamos entender um pouco mais acerca deste relacionamento, e quem sabe, colhermos os mesmos bons frutos que este homem colheu. E para tanto é preciso que aprendamos três aspectos desenvolvidos na amizade com Deus:

   1. INTIMIDADE SAGRADA: 
Abraão teve Deus como hóspede (v. 1-5). E nós podemos também o ter: (João 14.23) “Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”. (Apocalipse 3.20) “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”. Para sermos amigos de Deus é preciso hospedá-lo em nosso coração, em nossa casa, em nossa família, em nossa vida. E isto é possível!
2. HUMILDADE GENUÍNA: 
Abraão não se ensoberbeceu por ter tido o privilégio de ter hospedado a Deus (v. 6-8). Pelo contrário, ele mesmo se predispôs a fazer o que era necessário para o bom acolhimento às visitas tão sublimes. Quando se é amigo de Deus isso não sobe à cabeça. Pelo contrário, é aí que a humildade mais aparece: (Lucas 14.11) “Pois todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado”. Para ser amigo de Deus é preciso cultivar uma humildade genuína.
3. REVELAÇÃO ESPECIAL: 
  À Abraão foram revelados os propósitos de Deus para ele, e para os seus contemporâneos (v. 9-14; 17-19). Como amigos de Deus, podemos conhecer Seus planos e a sua perfeita vontade: (João 15.15) “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer”. A revelação da vontade de Deus, Ele a revela somente aos seus amigos.

  Deus nos quer como seus amigos, e amigos íntimos. Muitas vezes estamos desesperados e sem rumo em nossa vida porque buscamos ter bons relacionamentos em tudo e com todos, menos com Deus. Achamos que isso não é preciso, não é necessário, mas é. Abraão experimentou o melhor da vida a partir do instante em que se aplicou a ser amigo de Deus. O mesmo pode acontecer com você. Basta tão somente você entender esta proposta que Deus te faz hoje. Aceite Jesus em sua vida, e desfrute desta amizade que revolucionará todo o seu ser


   Fonte:  Igreja Evangelica Água viva

DIA DO AMIGO 20/07/2011
Venha comemorar o dia do amigo 
conosco e traga seu amigo!
 

CULTO INFANTIL


CULTO JOVEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...